Nova York

#988 Museu do Sorvete – Nova York, Estados Unidos

A cidade de Nova York, nos Estados Unidos, acaba de receber uma novidade. O Museu do Sorvete (Museum of Ice cream) foi inaugurado em 29 de julho, mas, por se tratar de um museu pop up, funcionará apenas até o dia 1 de setembro.

museu do sorvete 2

Piscina de granulado (Fonte: Instagram)

Localizado no Meatpacking Distric, em Manhattan, o museu promete uma série de atrações interativas e que enchem a pança. Tem piscina de granulado, onde é possível “nadar”, balões comestíveis, uma sala dedicada ao chocolate e um sundae gigante, que está sendo construído com a ajuda dos visitantes.

museu do sorvete 3

Construindo um sorvetão (Fonte: Instagram)

Uma série de artistas renomados criou peças inspiradas na sobremesa. E para coroar a visita, os visitantes têm direito a uma degustação de sorvete.

O Museu do Sorvete abre todos os dias (exceto terças-feiras) das 11 às 21h. Aos domingos fecha um pouco mais cedo, às 20h. O ingresso inteiro custa US$18. O combo para dois adultos sai por US$30 e crianças e idosos pagam US$12. Todos incluem o sorvete. Os ingressos não são vendidos na porta e devem ser comprados online no site www.showclix.com/event/Museum-of-ice-cream.

Onde: Museu do Sorvete, Nova York, Estados Unidos

Quando: Até 1 de setembro

Quanto: O ingresso inteiro custa US$18. O combo para dois adultos sai por US$30 e crianças e idosos pagam US$12. Todos incluem o sorvete.

Anúncios

#666 Dicas de passeio em Staten Island – Nova York, Estados Unidos

Apesar de Manhattan ser a parte de Nova York mais procurada pelos turistas, a cidade inclui mais quatro distritos: Brooklyn, Queens, The Bronx e Staten Island. Em Staten Island é possível aproveitar atrações culturais, ir à praia e fazer trilhas.

Quem partir de Manhattan precisa pegar uma balsa em Lower Manhattan, no terminal Whitehall, para chegar a Staten Island. A diversão já começa ali, principalmente se for no verão. O serviço é gratuito e a viagem dura cerca de 25 minutos. Aqui nesse link dá para consultar os horários de partida: www.siferry.com/schedules.html.

unnamed

Balsa para Staten Island

Confira as dicas sobre o que fazer em Staten Island durante o verão que a NYC & Company, organização de turismo da cidade de Nova York.

Os fãs de jogos de baseball poderão conferir no Richmond County Bank Ballpark as partidas do time local, o Staten island Yankees. O jogo de estreia foi no dia 18 de junho e teve queima de fogos antes e depois.

O Staten Island Greenbelt é um parque com ciclovias, trilhas e natureza. No Staten Island Zoo tem uma série de cobras venenosas e abriga a marmota mais famosa da cidade, Staten Island Chuck. Quem quiser pegar uma praia pode ir à Midland Beach e à South Beach. Lá também dá para surfar. No calçadão, dá para passear e observar o mar sem sujar os pés de areia.

16_StatenIslandYankees_JulienneSchaer_120_1500_1000_90_c1

Staten Island Yankess

Outra opção é conhecer os museus. A antiga residência de uma das primeiras fotógrafas dos Estados Unidos, o Alice Austen House Museum, em Rosebank, presta homenagem a Alice Austen com uma coleção permanente de seu trabalho documental e outras exposições fotográficas. O museu fica próximo do Fort Wadsworth — uma das instalações militares mais antigas do país —, que guardou o Porto de New York durante a Guerra de Independência dos Estados Unidos.

Depois, uma ideia é aproveitar o Staten Island Railway para Tottenville em um tour pela The Conference House, local da Revolucionária Conferência da Paz de 1776, realizada entre John Adams, Benjamin Franklin e outras figuras significantes da história norte-americana. Em Historic Richmond Town, visitantes pode voltar no tempo através das casas restauradas e um museu que retrata como os estadunidenses viveram no início dos anos 1700.

unnamed (1)

South Beach

Onde comer

A região é bem conhecida por alguns dos melhores pratos da cidade, desde a culinária italiana até iguarias do Sri Lanka. Depois de aproveitar um dia em Midland Beach e caminhar pela Orla Franklin D. Roosevelt, visitantes podem desfrutar de vistas de tirar o fôlego e um cardápio requintado de frutos do mar no South Fin Grill.

O que é visitar Staten Island sem provar um pedaço de pizza? Desde Joe & Pat’s, localizado em Castleton Corners, até a histórica Denino’s Pizzeria & Tavern, em Port Richmond, visitantes podem encontrar uma fatia na ilha. Localizada próximo ao St. George Ferry Terminal, a Enoteca Maria leva a cozinha caseira para um novo nível. Não muito distante, em Tompkinsville, lar de uma das maiores comunidades do Sri Lanka no país, New Asha oferece blistered rotis, carne de carneiro ao curry, sopas de caldo de coco e outras especialidades tentadoras.

Atrações futuras da orla

Os visitantes que pegam a Staten Island Ferry para St. George verão em breve algo crescendo ao longo da orla. Com abertura prevista para 2017, a New York Wheel, de 190m de altura, será a maior roda-gigante do mundo, com vistas sobre o horizonte de Manhattan. Também no final de 2017, Empire Outlets será o primeiro outlet de Nova York, com lojas de marcas como Nike Factory Outlet, Banana Republic Factory Store, Nordstrom Rack, além de um hotel boutique e uma vasta gama de opções de refeições no Marketplace.

Onde se hospedar

Aqueles que procuram desfrutar mais de Staten Island neste verão podem prolongar a sua estadia em um dos vários hotéis da região, incluindo o Hilton Garden Inn New York/Staten Island, Hampton Inn & Suites Staten Island e o Holiday Inn Express – Staten Island West. Todos oferecem serviço de transporte de/para a Staten Island Ferry, em St. George. Estes hotéis estão localizados no West Shore, que fica a menos de 15 minutos do Aeroporto Internacional Newark.

Para conhecer melhor a região, acesse o site www.nycgo.com.

Onde: Dicas de passeio em Staten Island – Nova York, Estados Unidos

#566 Pop-up store da Magnum em Nova York – Nova York, Estados Unidos

Nova York vai ganhar uma pop-up store dos sorvetes Magnum. De 23 de abril a 7 de agosto, quem estiver passeando na cidade pode visitar a loja e criar o seu próprio sorvete.

Eu fui a uma pop-up store da marca em Milão, na Itália, e achei bem divertido. Você escolhe a base do sorvete (baunilha ou chocolate), uma cobertura (chocolate amargo, chocolate ao leite ou chocolate branco belga) e depois os toppings para colocar por cima de tudo. São 20 opções que incluem pétalas de rosas, flocos de coco, amêndoas e Goji Berry.

IMG_20150612_155426_490

Sorvete Magnum “customizado”

A loja está no bairro do Soho, na 134 Prince Street. O local abre todos os dias e o horário de funcionamento é do meio dia às 21h.

Paris, Berlim e Madri também ganharão lojas da marca nesta temporada.

Onde: Pop-up store da Magnum em Nova York, Nova York, Estados Unidos

Quando: De 23 de abril a 7 de agosto

#742 Preço médio das diárias no Brasil tem queda de 6%

O site de reservas Hotéis.com revelou uma pesquisa que mostra que o preço médio pago por diária no Brasil caiu 6%. Dos 30 destinos domésticos mais populares, 18 tiveram queda, incluindo muitas das cidades-sede da Copa do Mundo, como Belo Horizonte (R$ 184), Recife (R$ 233), Fortaleza (R$ 267) e Salvador (R$ 233).

Pela primeira vez na história do relatório chamado Hotel Price Index (HPI), Ipojuca (R$ 473), conhecida pela famosa praia de Porto de Galinhas, desbancou o Rio de Janeiro (R$ 471), que teve uma queda de 6%, e ficou no topo da lista de cidades com maior preço médio por diária.

Brazil_Porto-de-Galinhas©-Setur-Turismo-Pernambuco

Porto de Galinhas – Crédito: Divulgação/Setur

Entre os poucos destinos onde os viajantes pagaram mais por hospedagem está Foz do Iguaçu (R$ 259). A principal atração local, as Cataratas do Iguaçu, registrou o maior número de visitantes na última década, passando de 980.000 visitantes em 2004 para 1,5 milhões em 2015. Outros pontos turísticos populares, onde os viajantes investiram mais em acomodação são: Balneário Camboriú (R$ 313), em Santa Catarina, e Gramado (R$ 428), no Rio Grande do Sul.

foz-do-iguacu-221288_1920

Foz do Iguaçu, no Paraná

A desvalorização do real em relação a outras moedas, como o dólar e o euro, contribuíram para atrair mais viajantes, brasileiros e estrangeiros, para destinos no Brasil. A Copa do Mundo também pode ter afetado o índice, já que é normal haver queda de preços após um evento de grandes proporções. A situação econômica nacional também estimula hotéis a fazerem promoções para alavancar suas vendas.

new-york-668616_1920

Nova York, nos Estados Unidos

O índice global mostra que em todo o mundo o preço médio das diárias em 2015 aumentou 1%. Dos 80 destinos internacionais listados como os mais populares entre os brasileiros, 27 eram dos Estados Unidos. Orlando, com um preço médio de R$ 325 por noite, Nova York (R$ 792) e Miami (R$ 612), ocuparam o topo do ranking de popularidade. Já do lado financeiro da tabela, Montevidéu, no Uruguai apresentou o melhor preço por noite, com R$ 265, seguido de Bogotá, na Colômbia (R$ 272), Buenos Aires, na Argentina, e Bangkok, na Tailândia, ambas com valor médio de R$287.

Onde: Preço médio das diárias no Brasil tem queda de 6%

#80 Alice’s Tea Cup – Nova York, Estados Unidos

Imagina tomar um chá da tarde em companhia do Chapeleiro Maluco? Na Alice’s Tea Cup isso é possível. A rede possui três unidades em Nova York, nos Estados Unidos, e usa o livro “Alice no País das Maravilhas” como inspiração.

É possível tomar café da manhã das 8h às 11h30 em duas das unidades da rede, na “Chapter I” e na “Chapter II” (olha que nomes fofinhos, capítulo I e capítulo II na tradução do inglês). Eles servem uma série de itens com preços individuais, como os waffles com compota de mirtilo e calda (US$12), panquecas de abóbora (US$15), crepes com o sabor que você quiser (US$15) e uma grande variedade de ovos.

1430254269280

O brunch é servido aos finais de semana nas três unidades das 8h às 15h e também cobra individualmente pelos itens servidos. Também tem crepes, ovos, além de rabanas e, é claro, chá.

Mas o mais legal é provavelmente o serviço de chá da tarde, que, apesar do nome, é servido antes e depois do meio dia. Os produtos chegam à mesa em um aparador com três andares e traz sanduíches, sobremesas, chás e scones, que são uma espécie de pãozinho escocês. Há três opções de serviço que cabem melhor no seu estômago – ou no seu bolso. A primeira é a “The Nibble – A lil’ bit hungry?” que custa US$28 e é composta por um bule de chá, um tipo de scone acompanhado de compotas e cremes, um tipo de sanduíche e mini cookies variados.
atc-cookbook-4T

Já a segunda opção é a “The Mad Hatter – Tea For Two”, que custa US$48 e é composta por um bule de chá, dois tipos de scones acompanhados de compotas e cremes, dois tipos de sanduíches e mini cookies variados com os sabores bolo mocha, torta de limão ou mousse de chocolate. Dá para ajustar esta opção para duas pessoas e pedir mais scones e outro bule de chá.

A terceira opção é a “The Jabberwocky – Famished?” que custa US$65 e é ideal para quem quer sair rolando. Traz um bule de chá, scones ilimitados, sempre acompanhados de compotas e cremes, sanduíches ilimitados e mini cookies sortidos de bolo mocha e mousse de chocolate.
atcmug-2T

Também dá para adicionar mais bules de chá para ninguém ficar sem. A rede diz que não há calorias em Alice’s Tea Cup, mas, mesmo assim, há um monte de doces. Só vi vantagem nisso! Também há opções veganas de seus produtos.

Quem ficar muito apaixonado pelo Alice’s Tea Cup pode comprar alguns produtos em sua loja virtual e tentar recriar o ritual em casa. O site vende produtos como bules, xícaras, caixas de chá, livros de receitas e até varinhas de condão!

Onde: Alice’s Tea Cup, Nova York, Estados Unidos
Quando: As três unidades estão abertas diariamente. Para consultar os horários e os endereços acesse o site http://alicesteacup.com/locations
Quanto: O serviço de chá da tarde custa a partir de US$28

#188 Saiba como economizar em passagens aéreas de acordo com o site Voopter

O Voopter é um comparador de preços de passagens aéreas e fez um levantamento sobre as tendências de viagem em 2016. Os resultados foram baseados no banco de dados do site.

Em 2015, os meses que mais tiveram promoções de passagens aéreas foram março, maio e setembro e isso deve se repetir em 2016. Voos nacionais de ida e volta saíam a partir de R$ 62, enquanto hoje o preço mais barato é R$ 116. Já para os destinos internacionais, o melhor mês foi maio, com vários voos por menos de R$ 1.000. Para este ano, a dica é ficar de olho nos feriados prolongados de março, abril e maio, que já são considerados meses de baixa temporada, ou seja, com mais chances de ter tarifas em conta.

Outra dica é ficar ligado nas promoções relâmpago feitas pelas companhias aéreas nacionais. A maioria é realizada a cada 15 dias e durante os fins de semana (das 18h de sexta-feira até às 8h da segunda), mas geralmente são para capitais com muitos voos disponíveis, como São Paulo, Rio de Janeiro, Brasília e Curitiba. Ainda assim valem a pena: há diversas passagens de ida e volta por menos de R$ 200.

rio-de-janeiro-809756_1920 (1)

As companhias aéreas costumam fazer promoções relâmpago para grandes capitais como Rio de Janeiro

Enquanto o dólar subia, muitos turistas passaram a buscar os países latino-americanos. Segundo o Voopter, a preferência pela Argentina diminuiu e tanto o Chile quanto o Uruguai começaram a chamar mais a atenção. A recuperação do peso argentino frente ao Real e o fato de Buenos Aires já ser bastante conhecida pelos brasileiros são alguns dos fatores que levaram a essa mudança. Para se ter uma ideia, em 2015 Montevidéu foi o destino sul-americano com a tarifa mais barata, a partir de R$ 281 (ida e volta, sem as taxas). O Peru também ganhou mais atenção dos usuários no ano passado, com passagens promocionais de ida e volta por menos de R$ 800, e a tendência é continuar se destacando em 2016.

volcano-657895_1920

Vulcão Villarrica, no Chile

Quem procura sossego em uma praia paradisíaca deve ficar atento às promoções para Aruba, Curaçao, Panamá e outros destinos do Caribe. De acordo com o levantamento do Voopter, devem ser realizadas várias promoções com preços menores do que R$ 1.000. Hoje já é possível encontrar passagens a partir de R$ 613 ida e volta, sem as taxas. Tarifas para Cartagena e San Andrés, na Colômbia, também devem cair e podem chegar a menos de R$ 700 este ano.

lagoon-911963_1920

Curaçao, no Caribe

Além dos queridinhos entre os brasileiros, destinos da Ásia e do Canadá prometem figurar na lista de destaques para 2016. Por conta da notícia da mudança do visto canadense, que a partir de março facilitará muito a entrada de turistas no país, e a queda no preço médio das passagens (30% em 2015), a tendência é que o número de viagens ao país aumente. O mesmo deve ocorrer para destinos asiáticos. Com a chegada de companhias aéreas árabes (como Emirates, Qatar e Etihad) ao Brasil, a oferta de voos aumentou bastante, além de ter proporcionado preços mais competitivos e menos tempo de viagem. Em 2015 foram feitas três grandes promoções para a China e o Japão, com tarifas de ida e volta por menos de R$ 2.500.

quebec-1001798_1920

O Canadá poderá ser mais procurado pelos brasileiros em 2016. Na foto, o Castelo de Fronsac, em Quebec

Neste início de 2016, algumas promoções já estão disponíveis: passagens de ida e volta para Miami podem ser encontradas a partir de R$ 895 segundo os dados do Voopter, a previsão é de que a partir de março destinos como Nova York, Las Vegas e Los Angeles também apresentem queda nos preços.

Se pretende ir a algum desses lugares, procure dicas aqui no site. Há, por exemplo, avaliação de hotel em Lima (Peru), em Punta Arenas (Chile), hotéis e restaurantes em São Paulo, entre outros.

Onde: Saiba como economizar em passagens aéreas de acordo com o site Voopter

Quando: Ano de 2016