Bicicleta

#833 Centro de Visitantes Paineiras oferece aluguel de bicicletas

Sabia que dá para alugar bicicletas no Centro de Visitantes Paineiras, no Rio de Janeiro (RJ)? O local fechou uma parceria com a Cyclin Rio e por R$30 (uma hora) é possível alugar a sua. A hora adicional custa R$20 e o serviço funciona diariamente das 10h às 16h.

Além das bicicletas, o Centro de Visitantes Paineiras disponibiliza o Pit Stop Paineiras, espaço com estrutura de vestiário, chuveiros individuais e bicicletário que tem a atleta Fernanda Venturini como embaixadora.

paineiras bicicleta

(mais…)

Anúncios

#755 Roteiro de bicicleta na República Tcheca

A República Tcheca está localizada na Europa e é vizinha da Alemanha, da Áustria, da Polônia e da Eslováquia. Para conhecer o país de uma forma diferente, o Escritório de Turismo da República Tcheca divulgou uma sugestão de roteiro para ser feito de bicicleta. Dá uma olhada:

Seguindo a rota dos rios
Muitos rios tchecos têm excelentes rotas de ciclismo através das quais surgem cidades históricas, relíquias arquitetônicas e natureza surpreendente.

Uma das mais populares é a rota Labská stezka, que se inicia na nascente do rio Labe, em Krkonoše, e passa por cidades medievais como Mělník ou Brandýs nad Labem até as formações rochosas da Suíça da Boêmia. Esta é a rota preferida para famílias com crianças e ciclistas de longa distância porque o seu perfil de elevação não é muito forte. É possível acessar a rota, antes de chegar Mělník, vindo de Praga ou ainda fazer o percurso no sentido contrário indo deste ponto para a capital. A Rota Elba vai da República Tcheca para a Alemanha, onde é conhecida como Elberadweg (a ciclovia ao longo do Elba).

Bicicleta_República Tcheca

Pedalando entre cidades – Greenway Praga-Viena
De Praga, pode-se ir para a capital austríaca, Viena. Ambas as cidades estão ligadas por um Greenway que os ciclistas usam através de Tábor e Jindřichův Hradec, mais tarde pelo Parque Nacional Podyjí e perto da paisagem de Lednice-Valtice  (Patrimônio Mundial da UNESCO), considerado por ambientalistas como uma das maiores zonas paisagísticas integradas no mundo. Além disso, é um terreno ideal para ciclistas. É possível também ir para Viena através de outra rota de ciclismo, desta vez de Brno.  A rota passa a oeste de Pálava, local conhecido na República Tcheca e no exterior como uma excelente área de vinificação.

Através do rio Ohře
Outro  trajeto ao longo de rio tem a sua origem na nascente do Rio Ohře e se estende até Cheb passando pelo triângulo de balneários até a região  cervejeira de Žatec. O percurso termina em Litoměřice lugar onde o rio Ohře desemboca no rio Elba e de onde os ciclistas podem se juntar à rota do Elba.

Bicicleta_República Tcheca_2_Zatec, cidade cervejeira na rota de biker tchecos. Foto Jiri Strasek

Zatec, cidade cervejeira na rota de bicicleta. Crédito: Jiri Strasek

Pedalando por uma paisagem repleta de lagoas
A região de Trebon, cheia de lagoas, originalmente foi criada no século XIV, sob o domínio da família Rožmberk, para a piscicultura, mas agora o terreno confortável é uma vantagem para ciclistas.

Atravesando a Morávia
O mesmo acontece na Morávia, onde os ciclistas começam sua jornada para seguir o canal de Bata, criado um pouco mais tarde, na primeira metade do século XIX, por razões econômicas. Atualmente, a área do canal também serve para ciclistas e patinadores, que podem percorrer por cerca de 80 quilômetros.

Uma experiência cheia de adrenalina chamada single-track
Para quem se aborrece com rotas de ciclismo retas e  monótonas existem as single-tracks (rotas individuais) em  Rychlebské Hory ideais para quem quer adrenalina. Estas permaneceram intocadas por muito tempo graças à sua localização escondida entre a Polônia e altas montanhas Jesenik. Hoje, as montanhas Rychlebské estão em uma das áreas mais desabitadas da República Tcheca. Criado há alguns anos perto das ruínas do castelo de Kaltenštejn, na região de Černá voda, esta rede de modernos single-tracks, estende-se por dezenas de quilômetros. Isso faz com que a região das montanhas Rychlebské esteja ganhando vida com muita rapidez.

Bicicleta_República Tcheca_Znojmo - vinhedos e gastronomia, além de rotas para bicileta.  FotoLibor Svacek

Znojmo reúne vinhedos e gastronomia, além de rotas para bicileta. Crédito: Libor Svacek

Excursões em bike para gourmets
Uma categoria especial participa das excursões em bike na região de tradição vinícola da Morávia do Sul. Repleta de rotas para ciclistas, a mais importante vai de Znojmo a Uherské Hradiště. Com 1.200 km no total, as rotas de vinho em bicicleta levam através de pequenos vilarejos com acolhedoras vinícolas e autênticos monumentos naturais e históricos. É possível visitar a cidade do vinho de Mikulov, Břeclav e até mesmo Lednice-Valtice. Além disso, a região da Morávia do Sul organiza numerosos festivais e passeios voltados para todo tipo de público. As rotas do vinho não só procuram mostrar a paisagem da Morávia do Sul, mas também o seu vinho e seu povo, bem como o cultivo da videira, sua maior paixão. Experiência especial é pedalar por entre os vinhedos  para depois relaxar nas acolhedoras acomodações e degustar um vinho da melhor qualidade.

Onde: Roteiro de bicicleta na República Tcheca

#550 Bike na Porta – São Paulo, Brasil

São Paulo agora é amante dos ciclistas. A implantação de novas ciclofaixas – são mais de 120 quilômetros – incentivou e tornou mais seguro andar pela capital de bicicleta. Agora, moradores e turistas que não tiverem bicicleta e quiserem optar pelo meio de transporte podem alugar uma com o serviço Bike na Porta. A parte boa é que nem é preciso sair de onde está e eles entregam bicicletas revisadas e higienizadas em residências, condomínios, hotéis e empresas.

imagem_release_556087 (3)

O serviço leva a bicicleta até você

“Cada vez mais paulistanos e turistas estão descobrindo o prazer de pedalar na cidade”, enfatiza Júlio Schonenberg, um dos sócios do negócio. “Nosso serviço traz mais facilidade e praticidade ao esporte, pois livra o ciclista do trabalho de carregar a bicicleta no carro, pagar estacionamento, de achar espaço para guardar a bike em casa e de investir na manutenção.”

O Bike na Porta já está em atividade na região da Avenida Paulista, no Centro e na Zona Oeste de São Paulo. Atendimentos a outras localidades irão depender da viabilidade, levando em conta a quantidade de bicicletas solicitada e o número de diárias.

sao-paulo-980460_1280

O serviço está disponível na região da Avenida Paulista, Centro e na Zona Oeste da cidade

De segunda a quinta, a diária das bicicletas sai por R$ 30,00. Às sextas, sábados, domingos e feriados o valor é de R$ 50,00. E durante o período de férias, o serviço está com promoção especial: 3 diárias de bicicleta no final de semana saem por R$ 120,00. Pedidos podem ser feitos por telefone, e-mail e WhatsApp.

“Em uma cidade como São Paulo, cada vez consciente dos benefícios à saúde e mobilidade proporcionados pela bicicleta, nossa meta até o final de 2016 é multiplicar por dez o volume de atendimento atual”, destaca Sznajder.

Para mais informações, acesse o site www.bikenaporta.com.br

Onde: Bike na Porta, São Paulo, Brasil

Quanto: De segunda a quinta, a diária das bicicletas sai por R$ 30,00. Às sextas, sábados, domingos e feriados o valor é de R$ 50,00