Serviço

#288 Dicas para arrumar as malas

Viajar todo mundo quer, mas não é todo mundo que gosta de fazer as malas. O maior exemplo disso é o meu namorado, que falta enfartar toda vez que precisa fazer isso, principalmente se a viagem for longa. A proprietária da Lavasecco, Maria Alzira Linares, montou uma lista com algumas dicas para facilitar na hora de realizar esta tarefa.

1- Faça uma pesquisa sobre o clima no destino e a temperatura prevista durante a estada na cidade. É importante também verificar os eventos programados para montar a roupa a ser usada em cada ocasião

2- Separe as peças e coloque em cima da cama. Depois de todas organizadas, cheque as alternativas de combinações das roupas e despreze tudo que for desnecessário ou pareça excessivo. Selecione as peças íntimas, meias, acessórios e não se esqueça dos cintos.

3- Escolha as malas, de preferência uma de tamanho médio e uma menor; e verifique se estão totalmente limpas, livre de mofo e odores, que podem ser transferidos para as roupas. Caso apresente algum tipo de sujeira, leve a mala a uma lavanderia especializada para que ela receba o tratamento adequado.
mala

4- Chegou a hora de montar as malas! Na mala pequena é indicado colocar os calçados, os nécessaires com produtos de beleza e remédios. Para fazer a mala de retorno é indicado ocupar cada espaço, inclusive a parte interna dos calçados, com tubos de cremes, meias usadas, o que inclusive os protege. Interessante também ter uma embalagem a vácuo para ajudar comprimir as roupas sujas na volta.

5- Na mala média, coloque primeiro as peças íntimas e menores no fundo, aproveitando todos os espaços da bagagem. Os cintos vão esticados, acompanhando o contorno das laterais da mala. Distribua as peças deixando-as o mais aberto possível, usando toda a extensão da mala, evitando ao máximo dobrá-las para não amassar tanto e não gerar volume desnecessário. Indica-se lavar as camisas na lavanderia e solicitar que sejam dobradas, assim, seguem direto para a mala e ficam perfeitas para serem usadas na viagem.

6- Hora de fechar as malas! Não se esqueça de identificar sua bagagem, inclusive internamente, pois às vezes as etiquetas caem. E coloque um toque pessoal: uma fita colorida, um adesivo ou uma plaqueta sempre ajudam na hora de recolher a bagagem na esteira.

Anúncios

#750 Como ir de Milão para o aeroporto de Bergamo – Milão, Itália

A cidade de Milão não recebe voos da companhia Ryanair. Eles são operados no aeroporto de Bergamo-Orio al Serio, localizado a 50 quilômetros de Milão. O aeroporto é bem moderno e estruturado e recentemente foi escolhido pela consultoria britânica OAG como o que mais recebeu melhorias em 2015.

Apesar da distância não é difícil chegar lá não. A forma mais fácil e econômica é pegar um ônibus em frente à estação central de Milão. Lá na frente você vai encontrar um monte de pessoas anunciando as viagens para o aeroporto e todos querendo pegar os passageiros a laço. São várias as empresas que realizam esta viagem e o preço é de 5 euros por trecho.

stazionecentrale_milano_tellmi

Estação central de Milão

Eu utilizei a Terravision, que tem inclusive um site na internet e permite a compra das passagens antecipadamente. Aliás, quem comprar nessa modalidade o bilhete de ida e volta ganha um descontinho de 1 euro.

Bus_Terravision_wiki

Um dos ônibus da Terravision

A minha passagem eu deixei para comprar ali na hora. Como são várias empresas, é difícil ficar sem ônibus. Mas é bom ter uma certa margem de tempo, pois o horário de saída não é tão certinho e não dá para confiar muito na palavra dos vendedores (todos eles dizem que o seu ônibus está saindo em cinco minutos). Na ida não tive problema e o ônibus saiu logo. Saindo da estação central ele faz uma parada na estação Cologno Monzese. Depois, seguiu direto para o aeroporto. A viagem dura cerca de uma hora, mas é bom lembrar que em horários de pico é possível pegar congestionamento e demorar mais – outro motivo para sair com antecedência.

Eu não tive problemas com demoras na ida, pois na volta fiquei uns 20 minutos mofando dentro do ônibus esperando ele sair – e o vendedor tinha prometido que sairia logo. Eles ficam tentando colocar o máximo de passageiros dentro do ônibus antes dele partir, então antes de comprar se perceber que tem um ônibus quase cheio é melhor escolhê-lo. Além disso, pegamos um pouco de trânsito na estrada.

orio

Dentro do aeroporto de Bergamo

No caso da Terravision, o primeiro horário para pegar um ônibus sentido aeroporto é 2h50 e o último 22h10. Na direção oposta, os ônibus começam a partir à meia noite e terminam às 23h30.

Outra forma de ir para o aeroporto de Bergamo é de trem. Ele não para no aeroporto e sim na estação perto do centro da cidade. De lá, na frente da estação mesmo, tem um ônibus convencional que vai para o aeroporto e a corrida dura 15 minutos. A viagem de Milão para Bergamo leva 50 minutos e custa 5,50 euros. Para se informar sobre os horários acesse o site www.trenitalia.com. Mas como o trem não vai direto para o aeroporto, acho que é mais prático ir de ônibus.

Onde: Como ir de Milão para o aeroporto de Bergamo, Milão, Itália

Quanto: A viagem de ônibus custa 5 euros e a de trem 5,50 euros + 1,30 euro do ônibus convencional

#550 Bike na Porta – São Paulo, Brasil

São Paulo agora é amante dos ciclistas. A implantação de novas ciclofaixas – são mais de 120 quilômetros – incentivou e tornou mais seguro andar pela capital de bicicleta. Agora, moradores e turistas que não tiverem bicicleta e quiserem optar pelo meio de transporte podem alugar uma com o serviço Bike na Porta. A parte boa é que nem é preciso sair de onde está e eles entregam bicicletas revisadas e higienizadas em residências, condomínios, hotéis e empresas.

imagem_release_556087 (3)

O serviço leva a bicicleta até você

“Cada vez mais paulistanos e turistas estão descobrindo o prazer de pedalar na cidade”, enfatiza Júlio Schonenberg, um dos sócios do negócio. “Nosso serviço traz mais facilidade e praticidade ao esporte, pois livra o ciclista do trabalho de carregar a bicicleta no carro, pagar estacionamento, de achar espaço para guardar a bike em casa e de investir na manutenção.”

O Bike na Porta já está em atividade na região da Avenida Paulista, no Centro e na Zona Oeste de São Paulo. Atendimentos a outras localidades irão depender da viabilidade, levando em conta a quantidade de bicicletas solicitada e o número de diárias.

sao-paulo-980460_1280

O serviço está disponível na região da Avenida Paulista, Centro e na Zona Oeste da cidade

De segunda a quinta, a diária das bicicletas sai por R$ 30,00. Às sextas, sábados, domingos e feriados o valor é de R$ 50,00. E durante o período de férias, o serviço está com promoção especial: 3 diárias de bicicleta no final de semana saem por R$ 120,00. Pedidos podem ser feitos por telefone, e-mail e WhatsApp.

“Em uma cidade como São Paulo, cada vez consciente dos benefícios à saúde e mobilidade proporcionados pela bicicleta, nossa meta até o final de 2016 é multiplicar por dez o volume de atendimento atual”, destaca Sznajder.

Para mais informações, acesse o site www.bikenaporta.com.br

Onde: Bike na Porta, São Paulo, Brasil

Quanto: De segunda a quinta, a diária das bicicletas sai por R$ 30,00. Às sextas, sábados, domingos e feriados o valor é de R$ 50,00