MIS estreia em novembro exposição Musicais no Cinema

Não é de hoje que o MIS arrasa em suas exposições. E agora em novembro, o museu apresenta sua nova exposição: Musicais no cinema. Concebida pelo Musée de la Musique – Philharmonie de Paris, a mostra traça um panorama sobre o universo do gênero musical no cinema nacional e internacional, desde os primórdios do cinema musicado até obras recentes, como o premiado La La Land (2016) e Rocketman (2019), cinebiografia de Elton John.

Emma Stone e Ryan Gosling em La La Land, dir. Damien Chazelle, 2016 © SND.

Cena do filme La La Land (Crédito:Divulgação/MIS)

São mais de 20 áreas e uma delas é dedicada à clássica música Singing in the rain, tema do filme homônimo. Essa canção também esteve presente em títulos inusitados como O profissional (Léon, 1994) de Luc Besson e Robôs (Chris Wedge, 2005).

Screenshot-2019-01-23-at-13.42.32

Cena do filme Cantando na Chuva – Crédito

Já na seção Ghost singers o público conhece as vozes originais de algumas produções. Através de um sistema interativo, o visitante pode escolher alternadamente ouvir a voz original da atriz ou a voz da cantora que a dublou como em My Fair Lady entre Audrey Hepburn e Marni Nixon ou em Cantando na chuva, entre Debbie Reynolds e Betty Noyes.

my_fair_lady-film_still-photofest-h_2019_

Cena do filme My Fair Lady (Crédito: Warner Bros. Pictures/Photofest)

Musicais no Cinema é inédita fora da França e aqui ganhou uma sessão dedicada ao cinema brasileiro. As Chanchadas, por exemplo, produzidas principalmente nas décadas de 1940 e 1950, eram esnobadas pelos críticos de cinema da época e adoradas pelo público, que lotava as salas de cinema para ver nomes como Grande Otelo, Oscarito, Vera Regina, Adelaide Chiozzo, Emilinha Borba, José Lewgoy, Ankito, Anselmo Duarte, Ivon Curi, entre muitos outros.

Grease Nos tempos da brilhantina, dir. Randal Kleiser, 1978. Acervo Marc Wanamaker Bison Archives

Grease é u dos filmes homenageados no MIS (Crédito: Acervo Marc Wanamaker Bison Archives)

No total mais de 200 filmes são homenageados na exposição através de cartazes, vídeos, documentos de produção, figurinos, curiosidades sobre as montagens, tanto do ponto de vista técnico como estético, além de depoimentos gravados exclusivamente para a exposição no MIS.

Françoise Dorléac e Catherine Deneuve em Duas garotas românticas (Les Demoiselles de Rochefort), dir. Jacques Demy, 1967. Foto Hélène Jeanbrau © Ciné Tamaris.

Duas Garotas Românticas (Crédito: Foto Hélène Jeanbrau © Ciné Tamaris)

A exposição tem início em 13 de novembro no MIS do Jardim Europa e segue até 16 de fevereiro de 2020. ingressos já estão a venda na recepção do museu e no site Sympla, onde podem ser adquiridos sem taxa de conveniência.

Serviço

MUSICAIS NO CINEMA
Data
13 de novembro de 2019 a 16 de fevereiro de 2020
Horário Terças a sábados, das 10h às 20h (com permanência até 22h); domingos e feriados, das 10h às 19h (com permanência até 21h)
Ingresso
R$ 30,00 (inteira) e R$ 15,00 (meia). Ingressos antecipados no site da Sympla.
Entrada gratuita às terças-feiras e para crianças até cinco anos
Classificação indicativa Livre

Museu da Imagem e do Som – MIS
Avenida Europa, 158, Jardim Europa, São Paulo| (11) 2117 4777 | www.mis-sp.org.br
Estacionamento conveniado: R$ 18
Acesso e elevador para cadeirantes. Ar condicionado.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s