#202 Restaurante Amazônia – São Paulo, Brasil

Um bom lugar para conhecer a culinária paraense em São Paulo é o Amazônia. Localizado no Bixiga, na Rua Rui Barbosa, esse pequeno restaurante oferece uma série de pratos típicos bastante saborosos.

img_20161001_141420

Fachada do restaurante

Eu estive no restaurante em três ocasiões: duas vezes no almoço durante o Restaurant Week e uma vez fora do festival, no jantar. Minha última visita foi agora em outubro, aproveitando os descontos do Restaurant Week. O cardápio dessa edição está bem legal. No almoço tem como entrada Tacacá ou Isca de pirarucu. Os pratos principais são Costelinha suína assada ao creme de tucupi e tutu de feijão branco ou Maniçoba. E as sobremesas são Sorvetes de Belém do Pará ou Creme de Cupuaçú.

img_20161001_150233

Costelinha suína com tucupi e tutu de feijão branco

No jantar há Tacacá ou Sopa de Caranguejo de entrada; Coxinhas de pato no tucupi
ou Costela de tambaqui, purê de mandioquinha e arroz com jambú como pratos principais; e Sorvetes de Belém do Pará ou Pudim de tapioca como sobremesas.

Agora vamos às “traduções”! Para quem não conhece, tacacá é um caldo feito com tucupi (caldo extraído da mandioca brava), goma de tapioca, camarão seco e jambu (folha amazônica que deixa a língua formigando). O sabor é bem particular, mas eu gostei.

Para quem não conhece, o pirarucu é um dos maiores peixes de água doce do Brasil e é encontrado no Norte. As iscas de pirarucu servidas no restaurante são uma delícia e acompanham limão (mas eu acho que fica melhor com pimenta).

A maniçoba é a feijoada indígena. O prato leva pertences de porco e não tem feijão, que é substituído pelas folhas da mandioca brava. Ela é cozida por uma semana e no Amazônia é servida acompanhada de arroz e farofa. O sabor não lembra em nada o da feijoada e eu não gostei. Mas a minha irmã gostou, então experimente e tire suas conclusões =D

img_20161001_150603

A maniçoba acompanha arroz e farofa

A costelinha com creme de tucupi e tutu de feijão branco estava muito boa. O problema é que a porção de iscas de pirarucu é meio grandinha e o prato também e eu quase não consegui terminar. Aliás, porção de maniçoba é enorme!

Eu já experimentei a sopa de caranguejo, que faz parte do cardápio do jantar. Ela é gostosa, leve, mas tem bastante coentro. Quem não gosta do tempero é melhor passar longe!

O grande destaque do restaurante são os sorvetes. Eles trazem os produtos de Belém e tem vários sabores. O meu preferido é o carimbó, que mistura cupuaçu e castanha do Pará. É uma delícia!

Fora do Restaurant Week eu também provei as patinhas de caranguejo como entrada (muito boas) e o pirarucu com purê de banana da terra, uma boa pedida também!

img_20161001_145003

Iscas de pirarucu e suco de taperepá

E não esqueça de pedir um suco ou uma cerveja típica. Eles também servem cachaça de jambu, mas meu pai achou bem estranho tomar cachaça e ficar com a língua dormente, hehehe!

Durante o Restaurant Week, o combo entrada + prato principal + sobremesa custa R$41,90. No jantar, R$52,90. Mais informações na página do restaurante no site do festival.

Fora do Restaurant Week a porção de isca de pirarucu custa R$36, a sopa de caranguejo R$32, o tacacá R$22, a maniçoba R$46 (individual) e R$69 (duas pessoas) , o sorvete R$13 e o creme de cupuaçu R$12.

Onde: Restaurante Amazônia, São Paulo, Brasil

Quanto: Durante o Restaurant Week custa R$41,90 no almoço e R$52,90 no jantar

 

Anúncios

1 comentário

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s