Mês: abril 2016

#566 Pop-up store da Magnum em Nova York – Nova York, Estados Unidos

Nova York vai ganhar uma pop-up store dos sorvetes Magnum. De 23 de abril a 7 de agosto, quem estiver passeando na cidade pode visitar a loja e criar o seu próprio sorvete.

Eu fui a uma pop-up store da marca em Milão, na Itália, e achei bem divertido. Você escolhe a base do sorvete (baunilha ou chocolate), uma cobertura (chocolate amargo, chocolate ao leite ou chocolate branco belga) e depois os toppings para colocar por cima de tudo. São 20 opções que incluem pétalas de rosas, flocos de coco, amêndoas e Goji Berry.

IMG_20150612_155426_490

Sorvete Magnum “customizado”

A loja está no bairro do Soho, na 134 Prince Street. O local abre todos os dias e o horário de funcionamento é do meio dia às 21h.

Paris, Berlim e Madri também ganharão lojas da marca nesta temporada.

Onde: Pop-up store da Magnum em Nova York, Nova York, Estados Unidos

Quando: De 23 de abril a 7 de agosto

Anúncios

#887 São Paulo Restaurant Week – São Paulo, Brasil

A 18ª São Paulo Restaurant Week acontece até o dia 1º de maio. Então ainda dá tempo de participar! Nesta edição, o almoço custa R$41,90 + R$1 para a Fundação Cafu e o jantar R$52,90 + R$1 para a Fundação Cafu. Eu sempre vou nem que seja a um restaurante e, desta vez, consegui ir até o momento a dois bons lugares.

O Jorge Restaurante, instalado no hotel Etoile Jardins, procura utilizar em suas refeições alimentos frescos e orgânicos. O cardápio do almoço tem como entradas salada gourmet (maçã, salsão, agrião ou rúcula e nozes) ou sopa de lentilhas. Como pratos principais moqueca de camarão ou bife ancho ao molho poivre com tagliatelle com pesto de manjericão. Para finalizar, quindim ou Jorge ao chocolate, uma espécie de petit gateau com sorvete de creme.

imagem_release_610651 (1)

Parte externa do restaurante Jorge – Crédito: Divulgação

O almoço estava bom do começo ao fim. Eu experimentei a sopa de lentilhas, boa e diferente do que eu estava esperando (achei que seria mais encorpada, mas era líquida), o bife ancho ao molho poivre, que leva pimenta, com tagliatelle com pesto de manjericão, que era bem leve e não brigou com o molho. Eu e minha irmã, que estava me acompanhando, pedimos sobremesas diferentes e tanto o quindim quanto o Jorge ao chocolate estavam gostosos.

No jantar o restaurante serve salada Etoile (presunto Parma, nectarina, agrião e rúcula) ou creme de mandioquinha com bacon como entradas, sobrecoxa de frango grelhado com risoto de alho poro ou filé mignon ao molho de ervas com batata no alecrim e aspargos frescos como opções de prato principal e banana grelhada com farofa de granola e sorvete de creme ou cheesecake de chocolate como sobremesas. Como não fui no jantar, não posso dizer como eram estes pratos.

imagem_release_610648 (1)

Parte interna do restaurante – Crédito: Divulgação

Para acompanhar, há entre as opções sucos naturais e água de coco servida no próprio coco. Não resisti e pedi um!

É possível utilizar o estacionamento do hotel. Custa R$15 a primeira hora, R$20 duas horas e R$25 a partir de três horas. Na rua dá para estacionar, mas, dependendo da hora, é necessário utilizar o cartão da zona azul.

Outro lugar que visitei foi o Arábia. Localizado na rua Haddock Lobo, nos Jardins, é especializado em culinária libanesa. Não é a primeira vez que vou a este restaurante e sempre gosto de lá. Desta vez não foi diferente. Durante a Restaurant Week, eles estão servindo no almoço como entradas homus com awarma (carneiro preparado como conserva) acompanhado de confit de carne de cordeiro e pães ou quibe cru ou chanclich, um queijo árabe misturado com tomate, cebolinha salsinha, rabanete e hortelã, acompanhado de pão árabe. Eles dizem que este queijo é picante, mas não achei não.

O homus estava uma delícia e comi metade da cesta de pães com ele, hehehe. Por conta disso, achei que a porção poderia ser um pouquinho menor, para que não cairmos na tentação de comer pães de mais. Mas, mesmo assim, não atrapalhou o restante da minha refeição.

arabia_pratos

Em cima, hambúrguer de faláfel. À esquerda, homus com confit de cordeito e à direita – Crédito: Facebook/Arábia

Como prato principal, hambúrguer de faláfel (frito, feito com fava e grão de bico e condimentado com especiarias ) com molho tarator no pão árabe. É um sanduíche muito bem servido e que leva também tomate, pepino e nabo em conserva e hortelã. Muito bom.

Outra opção é a berinjela ao forno com carne moída e molho de tomate. Acompanha arroz com aletria, uma espécie de macarrão bem fino. Era gostosa, mas os outros dois pratos principais eram melhores.

arabia_berinjela

Berinjela ao forno com carne moída e molho de tomate, do Arábia – Crédito: Facebook/Arábia

A kafta com batata à moda libanesa (batata amassada com cebola, coentro e azeite) estava ótima! Vinham duas kaftas em cima da batata e os sabores combinavam supre bem.

Para finalizar, fruta ou ataif recheado com chocolate e couilis de tamarindo (uma espécie de crepe) sorvete de chocolate ou de halawi, um tradicional doce árabe feito com gergelim. O sorvete de halawi estava bom e o ataif também.

Jpeg

Sorvete de halawi do Arábia

Eu gosto de tomar o suco de tamarindo deles, mas desta vez estava em falta. Custa R$13. Peguei, então, um de limão siciliano com hortelã (R$11) que era gostoso. Segundo meu pai, a caipirinha de vodca com lima da pérsia era bem fraquinha e mais parecia um suco. Custa R$18.

Lá tem serviço de vallet, mas dá para estacionar nas ruas próximas. Dependendo do dia e da hora precisa colocar o cartão da zona azul.

Nesta edição eu não visitei o Amazônia, restaurante especializado na culinária paraense, mas vi que conheço alguns pratos que eles estão servindo. Como entrada, há isca de pirarucu (que é uma das melhores coisas do cardápio) ou tacacá, aquele caldo que leva goma de tapioca, camarão seco, jambu, erva de deixa a língua formigando, e tucupi, feito com raiz de mandioca brava, fervida por dias para tirar seu veneno. O tacacá é bem interessante, mas muito diferente da culinária de São Paulo.

Jpeg

Isca de pirarucu – Uma delícia!

Como pratos principais há costela de tambaqui à dorê com arroz e feijão de Santarém ao vinagrete. Ou camarão à Fafá ao leite de coco, chuchu, jambú, dendê e arroz.

Para finalizar, há creme de bacuri ou sorvetes da Cacau Show. Este foi, na minha opinião, o maior erro deste cardápio. O Amazônia tem uma série de sorvetes diferentes, com frutas do Pará e eles se gabam disso, inclusive, e com razão. Não haveria necessidade alguma de servir um da Cacau Show. Uma pena!

Jpeg

Lá também tem sucos naturais com frutas do Pará

No cardápio do jantar há como entrada tacacá ou isca de pescada amarela, caldeirada de peixe com arroz e pirão ou caranguejada com arroz e farofa na manteiga como pratos principais e pudim de tapioca com castanha ou sorvetes cacau show.

O restaurante fica na Bela Vista, na rua Rui Barbosa. Não tem estacionamento próprio, mas há vários por perto.

Para ver os outros restaurantes que estão participando da São Paulo Restaurant Week, acesse o site http://restaurantweek.com.br.

Onde: 18ª edição da São Paulo Restaurant Week

Quando: até o dia 1º de maio

Quanto: R$41,90 (almoço) e R$52,90 (jantar). Mais informações no site http://restaurantweek.com.br

#113 Esportes radicais para praticar na República Dominicana

A República Dominicana, país localizado na América Central, oferece uma bela diversidade natural. Há praias com montanhas, manguezais, desertos e rios, o que facilita a prática de esportes de aventura.

A região sudeste do país conta com destinos como Punta Cana, Bayahibe, La Romana e a capital Santo Domingo, que tem águas cristalinas e permitem a prática de esportes radicais.

Esta região do país oferece uma grande variedade de atividades como mergulho e snorkel, parque aquáticos, esportes extremos, viagens em 4×4, passeios de buggies e parques com tirolesa. Conheça algumas opções:

1)  PARQUE NACIONAL COTUBANAMÁ: Antes conhecido como Parque Nacional do Leste, é uma reserva natural que abriga milhares de espécies da fauna e flora. A Ilha de Saona, um dos principais atrativos do local, tem belas paisagens. O parque também conta com grutas com amostras de arte rupestre e vestígios arqueológicos da cultura taína.

2) CUEVA DE LAS MARAVILLAS: Com 800 metros de extensão, dos quais 240 estão abertos ao público, esta gruta tem mais de 100 mil anos e é iluminada, podendo ser exploradas por pessoas de todas as idades.

Cueva de las Maravillas - República Dominicana (2)

Cueva de las Maravillas – Crédito: Divulgação

3) SNORKELING E MERGULHO: o snorkeling, prática de mergulho em águas rasas, é uma experiência acessível a todos os públicos nesta área. Se desejar explorar mais a fundo os reinos submarinos, mergulhar é uma opção. As praias são de areia branca muito macia e estão rodeadas por recifes de corais. Esses recifes, além de ter uma flora e fauna marina única, protegem as praias e deixam o mar mais calmo.

  • LA CALETA: Vizinho da cidade de Santo Domingo, o Parque Nacional Subaquático La Caleta tem extensão de 12 quilômetros e uma profundidade máxima de 180 metros. No parque existem vários naufrágios, destacando o “Hickory.
  • ISLA CATALINA: É uma ilha de areia branca, localizada próximo à cidade de La Romana. Da praia, uma pequena ladeira leva à parede que desce mais de 100 metros de profundidade, com vida selvagem e formações de corais abundantes.

4) MUSEO VIVO DEL MAR CAPITÁN KIDD: Sob as águas a oeste da Ilha de Catalina, se encontra o naufrágio do navio pirata Capitán William Kidd. Esse patrimônio cultural subaquático apresenta grande biodiversidade marinha.

5) BUGGY E VEÍCULOS 4X4: Uma atividade é fazer expedições de buggy nas florestas de Cumayasa, que tem 35 quilômetros de estradas rurais. Durante o passeio é possível visitar as Grutas do Sol.

Buggy - República Dominicana (2)

Passeio de buggy é uma opção – Crédito: Divulgação

6) TIROLESA E CANOPY: No coração do leste, entre San Pedro de Marcorís e La Romana, encontra-se o Canopy Cumayasa. De lá é possível observar a fauna e flora local.

Zip lining - República Dominicana (2)

Tirolesa em Canopy Cumayasa – Crédito: Divulgação

Onde: Esportes radicais para praticar na República Dominicana

#88 Mel’s Craft Beers Diner – Viena, Áustria

Taí um lugar legal para quem gosta de tomar cerveja. O Mel’s Craft Beers Diner, localizado em Viena, na Áustria, tem uma extensa carta de cervejas, com opções austríacas e de outros países.

O local é bem bacana, com mesas e um balcão repleto de garrafas e torneiras para cerveja – aliás, eu nunca tinha visto uma quantidade tão grande em minha vida!

IMG_3024

Eu e meu namorado achamos legal provar opções locais. A Kaltenhauser Bernstein foi uma das que experimentamos e aprovamos. O copo de 250 ml custa 2,90 euros e de meio litro custa 5,80 euros. Pelo mesmo preço dá para pedir uma Collabs Domrep Pils ou uma Schladminger Bio Zwickl. Mas, gente, sério, é cerveja que não acaba mais!

IMG_3026

Se bater uma fome, eles têm cardápio pequeno de hambúrgueres, com preços que variam de 8,50 a 10,50 euros. Eu não experimentei nenhum, então não posso dizer se são bons ou não :/

O Mel’s Craft Beers Diner fica na Wipplingerstraße 9, no centro de Viena.

Onde:  Mel’s Craft Beers Diner, Viena, Áustria

Quanto: Os preços das cervejas variam, mas dá para beber com 2,50 euros.

#574 Promoção oferece noite em castelo na Dinamarca

O Airbnb está realizando uma promoção bem legal. Em ocasião dos 400 anos do escritor inglês William Shakespeare, o site levará uma pessoa + um acompanhante para ficarem hospedados no castelo do Hamlet, na Dinamarca.

kronborg-exterior

Fachada do Kronborg Castle – Crédito: Visite a Dinamarca

Os sortudos dormirão uma noite no Kronborg Castle, na Torre do Rei. O quarto é equipado com cama com dossel, aquelas com aqueles negocinhos pendurados, bem com cara de realeza, além de travesseiros infinitos. De lá também dá para ter uma vista da costa sueca (sim, sueca, não errei não).

Kongetårnet med opredning 2 foto Lior Zilberstein, Kronborg Slot

O quarto – Crédito: Visite a Dinamarca

À noite, será servido um banquete com sete pratos no salão principal. Estarão presentes 300 convidados.

Shakespeares skrivebord i Kongetårnet foto Lior Zilberstein, Kronborg Slot

Crédito: Visite a Dinamarca

Para participar, é só enviar através do site Airbnb uma frase dizendo por que você gostaria de passar uma noite no castelo. Mas tem que correr, pois a promoção vale somente até as 23h59 do dia 13 de abril.

O ganhador e seu acompanhante vão passar a noite do dia 23 de abril no castelo, que é considerado patrimônio histórico pela Unesco. E o melhor de tudo: eles pagam a passagem até a Dinamarca!

Onde: Promoção Airbnb – Hospede-se em um castelo na Dinamarca

Quando: É possível participar até o dia 13 de abril. Inscrições no link www.airbnb.com.br/rooms/12097941

#444 Companhia área espanhola vende passagens a 7 euros

A companhia low cost espanhola Volotea está fazendo uma super promoção para comemorar seu 5º aniversário. Ao longo destes anos, a empresa transportou 7 milhões de passageiros e até o dia 8 de abril está vendendo passagens por apenas 7 euros.

Eu nunca voei com esta companhia, mas, por este preço, com certeza voaria! Nas minhas buscas encontrei passagens de Bordeaux, na França, para Málaga, na Espanha, por 7 euros, voando no final de maio. O trecho contrário tem várias datas em meses diversos, mas não dá para combinar com a ida em promoção 😦

bordeaux-889637_1920

Bordeaux, na França

Quem estiver na Itália pode ir de Bari até Veneza por 7 euros em maio. Não encontrei uma combinação ida e volta por este preço, mas dá para pagar 37 euros pelo trecho contrário, o que vale a pena, pois a passagem de trem custa a partir de 41 euros (isso com preço de hoje para viajar em maio) e a viagem é bem longa, são nove horas e é necessário trocar de trem em Bolonha. Há um trem veloz que faz este trajeto, mas custa um pouco mais caro e a viagem, mesmo assim, dura sete horas e meia.

IMG_0297

Veneza, na Itália

De Mykonos, na Grécia, até Munique, na Alemanha, há passagens por 7 euros no mês de junho. Mas encontrei apenas três datas! A parte ruim é que os preços para a volta não estão baratinhos.

Há outros destinos em promoção, é só procurar no site www.volotea.com.

Onde: Companhia área espanhola vende passagens a 7 euros

Quanto: Passagens a partir de 7 euros. Reservas devem ser feitas no site www.volotea.com

Quando: Promoção é válida até 8 de abril

#742 Preço médio das diárias no Brasil tem queda de 6%

O site de reservas Hotéis.com revelou uma pesquisa que mostra que o preço médio pago por diária no Brasil caiu 6%. Dos 30 destinos domésticos mais populares, 18 tiveram queda, incluindo muitas das cidades-sede da Copa do Mundo, como Belo Horizonte (R$ 184), Recife (R$ 233), Fortaleza (R$ 267) e Salvador (R$ 233).

Pela primeira vez na história do relatório chamado Hotel Price Index (HPI), Ipojuca (R$ 473), conhecida pela famosa praia de Porto de Galinhas, desbancou o Rio de Janeiro (R$ 471), que teve uma queda de 6%, e ficou no topo da lista de cidades com maior preço médio por diária.

Brazil_Porto-de-Galinhas©-Setur-Turismo-Pernambuco

Porto de Galinhas – Crédito: Divulgação/Setur

Entre os poucos destinos onde os viajantes pagaram mais por hospedagem está Foz do Iguaçu (R$ 259). A principal atração local, as Cataratas do Iguaçu, registrou o maior número de visitantes na última década, passando de 980.000 visitantes em 2004 para 1,5 milhões em 2015. Outros pontos turísticos populares, onde os viajantes investiram mais em acomodação são: Balneário Camboriú (R$ 313), em Santa Catarina, e Gramado (R$ 428), no Rio Grande do Sul.

foz-do-iguacu-221288_1920

Foz do Iguaçu, no Paraná

A desvalorização do real em relação a outras moedas, como o dólar e o euro, contribuíram para atrair mais viajantes, brasileiros e estrangeiros, para destinos no Brasil. A Copa do Mundo também pode ter afetado o índice, já que é normal haver queda de preços após um evento de grandes proporções. A situação econômica nacional também estimula hotéis a fazerem promoções para alavancar suas vendas.

new-york-668616_1920

Nova York, nos Estados Unidos

O índice global mostra que em todo o mundo o preço médio das diárias em 2015 aumentou 1%. Dos 80 destinos internacionais listados como os mais populares entre os brasileiros, 27 eram dos Estados Unidos. Orlando, com um preço médio de R$ 325 por noite, Nova York (R$ 792) e Miami (R$ 612), ocuparam o topo do ranking de popularidade. Já do lado financeiro da tabela, Montevidéu, no Uruguai apresentou o melhor preço por noite, com R$ 265, seguido de Bogotá, na Colômbia (R$ 272), Buenos Aires, na Argentina, e Bangkok, na Tailândia, ambas com valor médio de R$287.

Onde: Preço médio das diárias no Brasil tem queda de 6%