#45 Projeto Tamar – Praia do Forte, Bahia

Uma das tartarugas marinhas <3

Uma das tartarugas marinhas ❤

Uma das atrações mais famosas da Praia do Forte, vilarejo localizado no norte da Bahia, o Projeto Tamar exibe adoráveis animais para o deleite dos turistas. O projeto é voltado principalmente à preservação das tartarugas marinhas e, aqui, elas são as estrelas.

O espaço reúne em tanques quatro diferentes espécies de tartarugas marinhas. Eu não imaginava que as tartarugas pudessem ser tão lindas e encantadoras. Elas realmente são um charme! Há alguns horários em que é possível ajudar na alimentação delas. Os instrutores falam um pouco sobre os animais e distribuem luvas e peixes. Eu fui toda empolgada achando que iria alimentá-las na boca, mas, para minha frustração, elas ficam longe de nós e só dá para arremessar a comida. Mas mesmo assim é divertido.

Outra atividade é alimentar os peixes, também realizada em determinados horários, e passar a mão em um tubarão lixa. Esta espécie é pequena e não tem dentes, eles se alimentam por sucção, então o risco de levar uma dentada é inexistente. Mesmo assim, o contato com o tubarão é express. Uma fila é formada e, em grupos de quatro, as pessoas são convidadas a acariciar o animal. A sensação é estranha, a pele é áspera, fazendo jus a seu nome. Uma passadinha de mão e depois já é a vez de outro grupo.

Dá para chegar pertinho dos tubarões lixa

Dá para chegar pertinho dos tubarões lixa

Na entrada do Projeto Tamar há uma placa com os dias e horários das atividades e onde é necessário dirigir-se para participar. O ideal é chegar um pouco antes para garantir um bom lugar. A alimentação das tartarugas, por exemplo, é feita em uma ponte e devido ao grande número de pessoas que pode se interessar, nem sempre é possível conseguir um bom lugar. Por isso não chegue tarde.

Outro tanque imperdível é o dos filhotes de tartarugas. Apesar de as tartarugas marinhas chegarem a até dois metros de comprimento, os filhotes são bem pequeninhos e podem caber em uma mão. Um dos instrutores estava explicando que o mecanismo de defesa dos filhotes é fingir-se de morto. O rapaz fez uma simulação e encostou em um deles, que na mesma hora parou de nadar e se mexer e ficou durinho flutuando. Só depois de vários minutos, quando ele percebeu que não havia mais perigo, é que voltou a nadar.

A entrada inteira para o Projeto Tamar custa R$18 e estudantes pagam meia. Há a opção do ingresso para três dias no valor de R$25. Eu e meu namorado escolhemos esta modalidade e fomos apenas um dia. Como o Projeto Tamar é bem pequeninho, eu acho que não vale a pena e a probabilidade de jogar dinheiro fora e usar o ingresso apenas um dia – como eu – é bem grande.

A Praia do Forte é um dos lugares escolhidos pelas tartarugas marinhas para botar seus ovos. O Projeto Tamar ajuda a preservar estes ovos e a conscientizar os nativos e os visitantes a colaborarem com a causa. Na época do nascimento dos filhotes é possível auxiliar na heroica caminhada desses pequenos seres ao mar. Eu nunca tive a oportunidade de participar, mas imagino que deva ser uma experiência incrível. Quem sabe na próxima vez?

Onde: Projeto Tamar, Praia do Forte, Bahia
Quanto custa: R$18 (inteira). Estudantes têm desconto
Quando: Aberto todos os dias das 8h30 às 17h30

Anúncios

1 comentário

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s